terça-feira, 3 de maio de 2011

London Calling


Um dos destinos dos nossos intercâmbios foi Londres. Estivemos lá de 2008 para 2009, por uma temporada de 5 meses e, afinal porque Londres? Estou lendo um livro (só sei o título em Italiano, não sei se já tem no Brasil) que se chama Londra Babilonia de Enrico Franceschini e ele soube traduzir bem o que significa um pouco essa cidade.



Para começar vamos a alguns dados:
  • 8 milhões de habitantes
  • 3 milhões de estrangeiros
  • aproximadamente 300 línguas faladas na cidade
  • 71 nacionalidades diversas

Daí já podem imaginar onde queremos chegar, certo? Londres é uma cidade mulicultural, ou melhor Intercultural (já que as culturas se confrontam e se misturam), uma cidade de todos, onde se encontra um pouco de tudo e onde a diversidade encontra lugar!

Além de toda essa beleza da diversidade, a cidade tem todo o charme real. Atualmente ainda mais né... com o super casamento real, aliás tudo na cidade é royal.

Buckingham Palace

Que é um lugar imperdível de se fazer turismo isso não há dúvidas. Mas e para se fazer um intercâmbio?
Bom, sobre esse caso vale o que sempre dizemos aqui: cada um tem um perfil e, assim sendo, o que é bom para um não é necessariamente o melhor para o outro. Mas a cidade é muito acolhedora para estudantes estrangeiros.

Apesar da ideia caótica de um grande centro urbano, a cidade tem um sistema de transporte público eficiente e organizado, por isso estudantes que forem morar em uma região um pouco longe da escola não precisa se preocupar, já que o transporte é bom.

A comodidade de estar na Europa também é um grande atrativo, a cidade é muito bem coligada com outras cidades e países através de trem e de aéreo (fiquem ligados nas empresas de aviação low-cost como Ryan Air e a EasyJet) o que permite que os estudantes aproveitem para conhecer outros lugares. Para cidades próximas uma boa opção também são os ônibus.

Green Park - Londres


Interessante também que é uma das cidades europeias mais verdes, 39% da cidade é formado de parques e jardins, apesar da sua fama de mau tempo e da cor cinza do céu.

Outra vantagem é a permissão de emprego (não mais de 10 horas semanais) que se recebe quando você tira um visto de estudante visitante (para quem vai fazer um curso com duração superior a 6 meses). Algumas mudanças de visto para o Reino Unido, no entanto, estão sendo anunciadas. Na verdade, essas mudanças estão sendo feitas no intuito de diminuir a incidência de pessoas que entravam no país com visto de estudo, mas que na verdade se usa disso como forma de 'imigrar'. Por isso, as mudanças exigem um nível específico de inglês para estudantes que queiram fazer cursos pré-universitários e cursos universitários. Para quem quer arrumar um emprego quando estiver na cidade, recomendamos que vejam o site do Gum Tree (que já citamos aqui).

Vale lembrar também que a cidade tem grande tradição de receber alunos estrangeiros e, por isso, existe uma grande quantidade de escolas de inglês no país o que acaba aumentando as possibilidades dos estudantes. O Gum Tree também é uma boa opção para se arrumar uma acomodação mais em conta. Como já falamos também, para cursos de inglês de longa duração não vale a pena fechar a acomodação pelo período completo do curso, vale a pena fechar para o primeiro mês e depois vocês podem ou estender o tempo da sua acomodação, ou (que costuma seu uma boa opção) ver um quarto ou casa (caso esteja em um grupo) para alugar pelo período restante da sua estadia e, nessa opção, o Gum Tree costuma ser muito bom.

Claro que a interculturalidade também é uma super vantagem. A possibilidade de fazer um intercâmbio em uma cidade onde se conhece várias culturas e pessoas diversas te faz abrir ainda mais suas fronteiras. Aproveitar seu intercâmbio para observar o outro, como vive cada um, os valores, costumes e saber respeitar isso é um grande aprendizado.

Isso aí pessoal, London Calling!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...